Amarras Bondage

O desamparo e a impotência de estar imobilizado, a liberdade de colocar toda a sua confiança no outro, a fricção das cordas e laços nas diferentes partes do seu corpo, a textura áspera ou macia, a secreção de endorfinas e a adrenalina de estar preso, a excitação, as emoções contraditórias. Atreve-se?

1

“Libertei as suas almas amarrando os seus corpos”, disse o grande fotógrafo Nobuyoshi Araki, que retratou lindamente esta arte, que é cultivada acima de tudo no Japão, mas muito mais difundida do que aqueles não versados no assunto poderiam pensar. Um prazer alternativo e sempre consensual que é tanto físico como psicológico. O desamparo e a impotência de estar imobilizado, a liberdade de colocar toda a sua confiança no outro, a fricção das cordas e laços nas diferentes partes do seu corpo, a textura áspera ou macia, a secreção de endorfinas e a adrenalina de estar preso, a excitação, as emoções contraditórias. A delicadeza do amarrador e a vulnerabilidade do amarrado, aqui entram em jogo o domínio e a habilidade (não se preocupe, somos todos desajeitados no início, o virtuosismo vem com a prática). O imobilizado está isento de toda responsabilidade, o dominante é que tem todo o poder nas mãos. Amarrar para expandir, para libertar, para resgatar, para desencadear um prazer soberano. Se está interessado em experimentá-lo, está no lugar certo.

Amarre-se e experimente o bondage na sua cama

Há uma primeira vez para tudo. Se este for o seu caso, não comece com shibari, a bela arte japonesa de amarrar, mas complicada para aqueles que acabaram de aterrar neste mundo. Chegará lá, mas para correr tem de aprender a andar primeiro.. Uma cama, fitas, um arnês, uma coleira, algemas (como pode ver, as opções são muito numerosas) e pelo menos duas pessoas prontas para o prazer. Isto é tudo o que precisa. Quer amarrar ou ser amarrado? Estabeleça papéis e regras, e determine sempre uma palavra de segurança porque, embora esta técnica em princípio não envolva qualquer risco, um dos dois pode sentir-se desconfortável em algum momento e isto deve sempre levar ao fim imediato do jogo.

Dito isto, assim que a corda for apertada ao redor dos pulsos ou tornozelos, o desejo se desencadeará. Combinar as amarras com uma venda ou uma máscara para privar o submisso da visão irá aumentar as sensações. E depois? Espanadores, chicotes, palmatórias? Já não andam na escola, agora são vocês que estabelecem as regras do jogo.

Que tipo de amarras bondage posso comprar?

Arneses, cordas, cordas shibari, coleiras, fitas, correntes, barras de extensão, o universo da amarração bondage é infinito.

  • Arneses: no catálogo da EroticFeel encontrará os melhores arneses do mercado, peças de vestuário para a sedução, para a submissão, para dar rédea solta às suas fantasias. Arneses BDSM para homens e mulheres, e sabe qual é a melhor parte? Também temos um novo tipo de arnês. Feitos em couro vegan pela Bijoux Indiscrets e inspirados no BDSM clássico, estes arneses vão um passo além para se tornarem acessórios de moda e para trazer o erotismo da sua cama para a sua vida diária. Arneses para apimentar as suas noites mais excitantes com sessão de bondage incluída ou com o sado mais hardcore, a escolha é sua.
  • Coleiras BDSM: as nossas coleiras de submissão não têm nada a ver com a excitação ou com a aceleração do orgasmo através da privação de oxigénio. São completamente seguros, é mais uma questão de limitar e controlar os movimentos da outra pessoa de alguma forma, ou simplesmente uma representação de obediência sem risco. Requintados, elegantes ou mais rudes, o simples gesto de colocar uma coleira à volta do pescoço altera a dinâmica, estabelece os papéis, você deixa de ser você para se tornar outro, aquele que domina ou aquele que se submete, aquele que estabelece as regras ou aquele que as obedece. Dê uma olhada no catálogo.

É seguro amarrar-se na cama?

É seguro ter um forno em casa? Normalmente, sim, a menos que o ligue e enfie a cabeça dentro. É o mesmo com as amarras, é sempre preciso aplicar o bom senso; também não faz mal ter uma tesoura ao alcance da mão para o caso de um nó ficar apertado demais. Obviamente, nunca deve amarrar o pescoço ou tentar armar-se em acrobata do circo, se tudo o que amarrou até agora foram os atacadores dos sapatos. Amarrar pulsos e tornozelos, e usar arneses ou coleiras como os que encontrará na EroticFeel, é absolutamente seguro.

Lembre-se, amarrar é abraçar com força, mas nunca para magoar. Qual é o objectivo? Prazer em abundância.

Está a navegar na EroticFeel Portugal desde Estados Unidos e temos um site específico para esse país. A partir desta versão não realizamos envios para Estados Unidos, para isso deverá mudar de versão. Quer continuar a navegar na EroticFeel Portugal ou prefere mudar para o site de Estados Unidos?