Iroha Zen: cerimónia do chá ou jogo do prazer?

EroticFeel 16/10/2020

Vamos reformular a pergunta clássica, "o que levaria para uma ilha deserta?" por “que vibrador levaria para uma ilha deserta?” Ah, e pode escolher apenas um! É uma questão complicada, não é? A oferta (graças aos céus) é espantosa. Vibradores clássicos, com controlo remoto (que, na verdade, têm pouca utilidade numa ilha deserta), vibradores pequeninos com formas não sexuais, balas, sugadores de clitóris, vibradores rabbit... Como escolher? Bem, ta-daaa! Temos um finalista e, claro, tinha de ser de Iroha, a marca japonesa da Tenga feita por e para mulheres. Os seus brinquedos eróticos, tão elegantes, tão inovadores, tão livres e tão bonitos, conquistaram-nos. A Iroha acredita que o prazer corporal deve ser considerado um pilar básico para manter uma boa saúde (não poderíamos estar mais de acordo com a premissa) e eles puseram-se a trabalhar para criar brinquedos que são também pura arte, tão bonitos e sofisticados que se poderia colocá-los em cima da televisão.

A liturgia do prazer relaxado

Para os japoneses, a cerimónia do chá é tão importante que é ensinada nas universidades como um meio de tornar a vida quotidiana mais agradável e de melhorar as relações humanas. (Porque estamos agora a falar de chá? Tem uma explicação, juramos). A sua liturgia requer anos de prática e de aprendizagem para ser realizada da forma mais perfeita, algo difícil de encaixar nas nossas descuidadas vidas ocidentais. E é aqui que entra o Iroha Zen, inspirado pelo lento e delicado prazer da cerimónia do chá, para que possamos desfrutar de um jogo suave, sem pressa, desfrutando de algo tão básico como o prazer que o nosso próprio corpo proporciona. Como dissemos, perfeito para uma ilha deserta, não vai querer que ninguém apareça querendo salvá-la e arruinar o seu dia.

Pode escolher entre três tonalidades com base nas três variedades de infusões japonesas: hanacha ou chá de flores (rosa), matcha (verde) e yuzucha ou chá de citrinos (laranja). A sua forma, que lembra um dos principais utensílios da cerimónia, os chasen ou os batedores de bambu, não é apenas por razões estéticas. Alongado e muito fácil de segurar, o seu desenho ranhurado foi concebido para lhe proporcionar grandes momentos (não grite muito alto, veja se vai incomodar as pessoas na ilha vizinha). Toque, vire e jogue para experimentar sensações diferentes. Quer uma dica? Não o insira apenas na vagina, massaje o exterior da vagina e o clítoris e uma vez dentro tente virá-lo para que o prazer seja mais intenso.

Vamos tomar um banho? Claro que sim!

Com uma textura suave e agradável graças ao exclusivo silicone Soft Touch da Iroha, o Iroha Zen é totalmente impermeável. Tenha um bom abastecimento de baterias, porque mesmo tendo uma autonomia de 4 horas na potência máxima, vai querer utilizá-lo por muito mais tempo. (Lembre-se que não há supermercado na ilha deserta!) E agora o mais importante, como é que funciona? Não podia ser mais simples, tem um botão na base, pressione-o para o ligar, para o desligar, e para mudar o modo de vibração. Pode escolher entre o mais suave e lento, uma vibração de média intensidade, uma forte e rápida e um incrível padrão rítmico de pulsações.

Redescubra o seu corpo

Já sabe, uma escova de dentes, um bom livro (e acima de tudo um livro grande, não sabe quanto tempo vai lá estar sozinha) e o seu Iroha Zen. Redescubra o seu corpo calmamente, conheça-o e desfrute-o, como se se tratasse de uma cerimónia ritual. Sem pressas, deliciando-se, o que poderia ser melhor? Se ser convidado para a cerimónia do chá é uma grande honra, a satisfação de se deleitar com o seu corpo não deve ser menos. Quanto prazer consegue suportar?

Está a navegar na EroticFeel desde Estados Unidos e temos um site específico para esse país. A partir desta versão não realizamos envios para Estados Unidos, para isso deverá mudar de versão. Quer continuar a navegar na EroticFeel ou prefere mudar para o site de Estados Unidos?