O Dia do Solteiro, a consagração do onanismo.

EroticFeel 11/11/2019

Os solteiros fazem mais sexo, assim o atestam os resultados dum macro-inquérito colocado a 26.000 estado-unidenses entre 1989 e 2014. Os dados recolhidos também indicam que as pessoas solteiras têm menos dívidas, mantêm-se mais magras, fazem mais desporto e têm menos problemas de coração. Além disso, repetimos (sem querer ser chatos), fazem mais sexo. Então, por que em cada celebração familiar, casamento ou enterro, invariavelmente, alguém pergunta insidioso “e você, quando vai casar?” É inevitável, deve andar sempre em frente num caminho já predefinido: nasce, casa, reproduz-se e morre (e Deus o livre de dispensar algum destes passos, tal descaramento é imperdoável).

A situação piora quando o facto de ser solteiro torna-se um assunto de Estado, ou quando é mais uma imposição do que uma escolha. Na China, a política do filho único (ganda ideia) e a preferência das famílias pelos filhos varões fizeram com que aumentaram drasticamente os abortos motivados pelo sexo do bebé. Em 2015, e segundo dados da ONU, havia 20 milhões de homens mais do que de mulheres. A consequência directa disso é que os homens chineses têm grandes dificuldades para encontrar par. A oferta e a demanda. É o mercado, caro amigo, e não só o mercado, mas o mercado matrimonial, mais impiedoso, se possível, do que nenhum outro. Tanto que proliferou uma curiosa indústria de namoradas de aluguer (sem sexo, a outra já existia), para evitar a vergonha de ser solteiro nos eventos familiares.

Como surgiu o Dia do Solteiro?

Neste contexto, começou como uma festa entre um grupo de universitários de Nankin em 1993 para ridicularizar as lamechices do Dia dos Namorados. Celebrar o orgulho de ser um homem sem par e, já agora, arranjar um caso, tornou-se uma ode ao consumismo. Isto é também o mercado, meu amigo. O ‘Dia do Solteiro’, 11 do 11, concebido originalmente para que os homens sem par se presentearem, já é equivalente ao Black Friday estado-unidense. Só para o medir em números, em 2018 a China bateu o seu recorde de compras online facturando mais de 27.000 milhões de euros apenas através das plataformas de Alibaba, conglomerado que registou a festa como própria em 2009.

Não se trata de preencher o vazio duma vida sem par com roupa ou tecnologia, mas de agarrar o touro pelos chifres (neste caso o touro é a sua vida, vamos focar-nos no assunto), desfazer-se dos preconceitos e pensar que, com ou sem cara-metade, sempre teremos o onanismo. Abençoado seja! Aposte tudo no prazer e, servindo-nos de clichês. Lembre, há uma tampa para cada pote. Feliz Dia do Solteiro!

Está a navegar na EroticFeel desde Estados Unidos e temos um site específico para esse país. A partir desta versão não realizamos envios para Estados Unidos, para isso deverá mudar de versão. Quer continuar a navegar na EroticFeel ou prefere mudar para o site de Estados Unidos?