Como usar um lubrificante anal? Guia e dicas

Quer seja um novato ansioso por mergulhar em novos reinos de prazer ou um veterano especialista na matéria, o lubrificante é o único essencial quando se trata de estimulação anal. Pode fazê-lo sozinho ou como casal, com os dedos, com um brinquedo, penetrando-o com pénis, como parte dos preliminares, ou como um grande final de festa, mas de qualquer forma, deve ter a loção certa à mão. Não podemos deixar de o repetir, o ânus, ao contrário da vagina, não lubrifica naturalmente. O que é que isto significa? Que se aventurar na exploração sem lubrificante pode ser doloroso e desconfortável em vez de agradável e prazeroso.

Embora no passado a estimulação anal estivesse rodeada de estigmas e preconceitos, os ridículos tabus estão a dissipar-se com a informação. No entanto, é necessário seguir algumas recomendações básicas para evitar surpresas desagradáveis. Se o vai fazer, faça-o como deve ser. Explicamos como.

O que é um lubrificante anal?

Lubrificante é um produto em forma de loção ou creme, mais ou menos líquido, que hidrata e facilita o deslizamento. Tenha cuidado porque infelizmente ainda existem muitos mitos e mentiras que circulam não só de boca em boca mas também na Internet. A saliva, por exemplo, não é um lubrificante, seca a pele e contribui para rachar (e acredite, não é o que procura). Por mais fixe que achasse que era em Brokeback Mountain, pense que no meio da montanha aqueles dois não tinham muita escolha para além da saliva ou a gordura de cavalo, mas não é preciso fazer tudo o que se vê nos filmes, pode parecer erótico mas implica uma dor imensa.

Lembre-se que tanto o ânus como os genitais têm membranas mucosas e um pH natural diferente do resto do corpo. Qualquer produto que vá aplicar nestas áreas deve ter algumas garantias e ter passado alguns controlos de qualidade. Não use óleos, gorduras ou manteigas (é incrível ter de o dizer, mas ainda há pessoas que acreditam que estes são métodos válidos). Podem causar irritação, desconforto e podem levar a infecções. O mercado oferece uma grande variedade de lubrificantes que foram especificamente formulados para a estimulação anal.

E sim, através das relações anais também se podem contrair doenças sexualmente transmissíveis, pelo que é essencial escolher um lubrificante que não danifique os preservativos de látex e isto excluiria qualquer óleo ou lubrificante oleoso. Opte por lubrificantes à base de água (perfeitos para uso com brinquedos), lubrificantes de silicone (todos os lubrificantes da marca Pjur são compatíveis com preservativos de látex) ou lubrificantes mistos de água e silicone. O lubrificante anal não só lubrifica, como também relaxa e promove a dilatação, o que é essencial, uma vez que os músculos anais, que são muito apertados por razões óbvias, não permitem a inserção de qualquer objecto ou parte do corpo sem ajuda. Descubra qual lubrificante anal usar neste artigo.

Para que servem os lubrificantes anais?

Esta questão já deveria ter ficado esclarecida com a informação anterior, mas repetimos, para evitar a dor, para impedir que aquilo que deveria ser uma experiência excitante e prazerosa se torne uma tortura medieval, é para isso que servem os lubricantes anales. Reduzem a fricção, humedecem a zona facilitando o relaxamento e a dilatação dos músculos anais, e não são necessários mas essenciais para que a estimulação seja confortável. Além disso, e mesmo que a dor desapareça, deve saber que a penetração anal sem lubrificação adequada não só pode ser dolorosa, como sem dúvida causará lesões e feridas, um risco que desaparece com um simples lubrificante e um pouco de paciência. O que nos leva à próxima dica.

Como aplicar o lubrificante no ânus

Devagar devagarinho, é assim que o lubrificante deve ser aplicado no ânus. Pode primeiro aquecê-lo um pouco com a mão e usando os dedos indicador e médio aplicá-lo na zona anal com uma massagem circular suave. Mais uma vez, não tenha pressa e não tente ir directamente para a penetração. Mantenha-se na área externa massageando lentamente, isto ajudará a dilatação.

Se precisar de mais, basta repetir a operação. Nem todos precisam da mesma quantidade de lubrificante, depende de cada corpo e do tipo de lubrificante utilizado. Reaplicar se a loção for absorvida pela pele demasiado depressa. Deve também lubrificar o brinquedo ou brinquedos a serem utilizados (no caso de brinquedos, o lubrificante deve ser à base de água para evitar danificá-los) e o pénis se houver penetração anal.

Uma última dica para assegurar que tudo corre bem, não passe brinquedos, dedos ou pénis directamente do ânus para a vagina, pois isto poderia ser uma fonte de infecção. Também não se deve usar o mesmo preservativo para penetrar o ânus e depois a vagina. Com estas dicas em mente, novos territórios de prazer estão à sua frente. Descubra-os.

Está a navegar na EroticFeel desde Estados Unidos e temos um site específico para esse país. A partir desta versão não realizamos envios para Estados Unidos, para isso deverá mudar de versão. Quer continuar a navegar na EroticFeel ou prefere mudar para o site de Estados Unidos?