Exercícios de Kegel, o que são, como os fazer e para que servem

Actualmente, é comum as celebridades partilharem as suas experiências com doenças que nos anos anteriores eram demasiado "embaraçosas" para sequer reconhecerem. Imagine-se Rita Hayworth ou Katharine Hepburn, estrelas que estavam por perto quando Kegel publicou o seu trabalho pela primeira vez, a falar sobre ter perdas de urina no cenário. Impensável, certo? Felizmente, os tempos mudaram, e celebridades como Katy Perry, Helena Bonham Carter e Kate Winslet não têm medo de revelar as suas próprias lutas com a incontinência urinária. Segundo um estudo desenvolvido pela Unidade de Uroginecologia do Departamento de Obstetrícia, Ginecologia e Medicina da Reprodução do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, a prevalência de perdas de urina em mulheres portuguesas é de 35,1%, das quais apenas 21% iniciou algum tipo de tratamento para combater o problema. Foi nos anos 40 que o ginecologista americano Arnold H. Kegel notou que um grande número das suas pacientes estava a sofrer perdas de urina como resultado do enfraquecimento do pavimento pélvico após a gravidez e o parto. Este pioneiro concebeu então os exercícios que levam o seu nome, demonstrando que o fortalecimento dos músculos pélvicos tem mais benefícios do que o esperado.

O pavimento pélvico é constituído por um conjunto de músculos que trabalham como um “chão” que suporta o útero, a bexiga, o intestino delgado e o recto. Kegel verificou no seu estudo que, da mesma forma que se enfraquece, é também uma das partes mais versáteis da anatomia, com grande capacidade de recuperar a sua força. Houve um outro efeito secundário surpreendente que ele notou após a sua investigação, aquelas pacientes que realizaram os exercícios de maneira correcta e assídua tiveram orgasmos mais frequentes e intensos.

O que são os exercícios de Kegel?

Há muitos factores que podem enfraquecer os músculos pélvicos, gravidez, parto, cirurgia, envelhecimento, excesso de peso, e alguns problemas de saúde tais como obstipação ou tosse crónica. E sim, os homens também têm musculatura pélvica e também podem sofrer do seu enfraquecimento e beneficiar de exercícios para a fortalecer. Trata-se basicamente de contrair e relaxar os músculos, e a única dificuldade é localizá-los. Muitas pessoas apertam o abdómen ou as ancas, ou empurram em vez de contraírem, o que pode piorar a situação.

Problemas e sintomas do pavimento pélvico enfraquecido

  • Incontinência urinária de esforço - ou seja, se se derramar algumas gotas de urina ao rir, espirrar, ou tossir.
  • Sensação de peso, inchaço, ou dor na vagina que se agrava no final do dia
  • Incontinência fecal ou obstipação
  • Sensação de que algo sobressai da vagina (tenha cuidado, pode ser um prolapso - isto é, quando a sua bexiga sobressai pela vagina).

Guia para começar a fazer os seus exercícios de Kegel

  • Localizar os músculos certos.
  • Se for difícil para si, sente-se na sanita e quando estiver a urinar pare a micção; esses são os músculos pélvicos. Use esta técnica apenas para os encontrar, exercitar-se enquanto urina não é saudável e aumenta o risco de infecção do tracto urinário.
  • Aperte e eleve os músculos.
  • Mantenha a contracção durante alguns segundos tentando não apertar os músculos do seu abdómen ou as nádegas.
  • Liberte a contracção e relaxe os músculos.
  • Repita. Recomenda-se a realização de três séries de 10 a 15 repetições por dia.

Benefícios dos exercícios de Kegel

Após algumas semanas, começará a notar os benefícios:

  • Previne e melhora as perdas de urina em mulheres e homens.
  • Previne prolapsos.
  • Ajuda à recuperação após o parto ou cirurgia que afecte os órgãos genitais.
  • Melhora os orgasmos ao aumentar a sua duração e intensidade.
  • No caso dos homens, é eficaz contra a ejaculação precoce e ajuda a conseguir erecções mais fortes e duradouras.

Lembre-se que os exercícios de Kegel não têm qualquer contra-indicação e podem ser realizados durante a gravidez. No caso das mulheres, as bolas chinesas ou vaginais de diferentes pesos podem ser de grande ajuda para um treino correcto e eficaz dos músculos pélvicos. É melhor não negligenciar uma parte vital para a saúde física e sexual.

Está a navegar na EroticFeel desde Estados Unidos e temos um site específico para esse país. A partir desta versão não realizamos envios para Estados Unidos, para isso deverá mudar de versão. Quer continuar a navegar na EroticFeel ou prefere mudar para o site de Estados Unidos?