Pense no melhor orgasmo da sua vida, multiplique-o por mil e terá o Soraya Wave da LELO

EroticFeel 23/11/2020

Soraya, luz de minha vida, labareda em minha carne. Minha alma, minha lama. So-ra-ya. Não nos acuse de plágio, pois na EroticFeel é verdadeira devoção que sentimos pela LELO, mas com o Soraya Wave tem sido amor à primeira vista, à última vista, a qualquer vista. É por isso que apenas utilizamos as palavras dos clássicos para o expressar. Porque há marcas que mudam a forma como interpretamos o mundo, marcas que revelam ao universo o que somos sem palavras, que conseguem criar algo imperecível, revolucionário, imortal. Se hoje se perguntasse novamente a Karl Lagerfeld que coisas nunca saem de moda, a resposta seria mais abrangente: "jeans, uma camisa branca, o casaco Chanel" e um Soraya Wave da LELO E como saber que o amor não terminará com a próxima novidade do mercado? Porque quando encontra o design perfeito, aquele que poderia mostrar aos seus visitantes mais glamorosos sem medo de críticas, e o combina com uma tecnologia que faz o brinquedo balançar dentro de si emulando os movimentos do amante mais experiente, a única coisa que poderia melhorar a experiência é que recriassem em carne e osso Warren Beatty de 'Splendor on the Grass' ou Sofia Loren de 'Yesterday, Today and Tomorrow', e ainda estamos muito longe disso.

Muita água correu debaixo das pontes desde aqueles vibradores rabbit que enlouqueceram a puritana Charlotte do ‘Sexo e a Cidade’. Nos primeiros tempos dos brinquedos sexuais, aqueles vibradores duplos que simultaneamente estimulavam o interior da vagina e o clítoris foram um enorme sucesso. Não admira, vindo de onde viemos, daqueles pénis plásticos enormes e não muito atraentes que mal conseguiam provocar um riso nervoso nas usuárias. Pela primeira vez, o clítoris foi tido em conta como parte da equação do prazer, estávamos a caminhar na direcção certa. Os desenhos e motores que deram ao produto inerte a vibração adequada foram aperfeiçoados. E depois veio a LELO, que pôs o talento dos criativos e engenheiros ao serviço de algo que ainda não tinha sido alcançado, brinquedos e acessórios de luxo para enriquecer a vida íntima, artigos que não teria de guardar na gaveta inferior do seu armário, produtos que seriam impossíveis de envergonhar, companheiros de brincadeira para usar sozinhos ou com a melhor companhia, prazer feito arte.

E aqui estamos nós agora, a falar de um brinquedo que é muito mais do que isso, um amigo que quando está triste aparece em casa com vinho, cerveja, chocolate e hambúrgueres para não deixar nada ao acaso, um filme que o reconcilia com a vida, uma canção que ouve em loop e de que nunca se cansa, um amante atento e delicado que também sabe fazer a cama tremer como um marinheiro em dia de folga, o sorriso cúmplice que lhe diz que não está sozinha. Soraya Wave deve o seu apelido à tecnologia WaveMotion patenteada pela empresa sueca. E de que é que serve? Serve de muito, amiga. A parte inserível mover-se-á dentro de si, oscilante, com um vaivém que imita as carícias mais versadas. Porque sabe muito bem que brinquedos do tipo martelo pneumático apenas provocam tédio e irritação.

Flexível, ergonómico, esta jóia adapta-se confortavelmente às curvas da sua anatomia, repousa vibrantemente no clítoris e atinge as áreas mais sensíveis dentro da sua vagina, massajando o desejado ponto G. Com oito modos de vibração diferentes, feito de silicone médico de alta qualidade, recarregável, com uma autonomia de 2 horas na potência máxima e completamente submersível, Soraya Wave procura o prazer completo, total e absoluto. Com a LELO não há lugar para "talvez" ou orgasmos que dependam do destino.

Se precisar de mais provas, é assim que a sexóloga e escritora Valerie Tasso o define:

Fui sempre uma esteta. Mas, acima de tudo, uma grande hedonista. E ambos os conceitos, pelo menos para mim, têm de andar de mãos dadas no que diz respeito a objectos de prazer. Soraya Wave, o mais recente lançamento da LELO, possui ambas as caraterísticas.

Quando a marca lançou a primeira versão do Soraya, um massageador íntimo, o seu design rompeu radicalmente, na altura, com o conceito do que considerávamos vibradores. Atraída pela beleza das suas linhas e pela sua grande semelhança com uma escultura, não hesitei em o conseguir.

Agora, a LELO acaba de lhe dar outra reviravolta ao incorporar a tecnologia patenteada WaveMotion, bem como ao redesenhar a forma ergonómica que já tinha.

Soraya Wave não só estimula a parte externa do clítoris com as suas vibrações, mas também internamente, até chegar ao ponto G. E não só isso; a parte que é inserida na vagina tem um ligeiro movimento WaveMotion, ou seja, imita o movimento de balanço tipo "Vem cá" dos dedos dos amantes mais experientes. Este redesenho e melhoria da tecnologia promete às mulheres orgasmos inigualáveis.

Tudo sobre Soraya Wave é vantajoso: a sua pega é feita de tal forma que lhe permite usá-lo com todo o conforto do mundo e aceder facilmente aos botões de intensidade e modos de vibração com apenas uma mão.

É versátil porque pode estimular o exterior do seu clítoris - a parede frontal da sua vagina (ponto G) - mas também, como a maioria dos objectos de prazer LELO, pode usá-lo em qualquer outro lugar do seu corpo para obter uma grande massagem que fará com que fique toda arrepiada e aumente a sua excitação. Para as mais ousadas, o Soraya Wave também pode ser usado para o prazer anal.

Para mim, é uma das melhores coisas que já experimentei porque ao estimular o clítoris tanto externa como internamente (o ponto G), o prazer é duas vezes mais intenso.

Está a navegar na EroticFeel desde Estados Unidos e temos um site específico para esse país. A partir desta versão não realizamos envios para Estados Unidos, para isso deverá mudar de versão. Quer continuar a navegar na EroticFeel ou prefere mudar para o site de Estados Unidos?